FCC S.A.
albemarle
petrobras

Publicações & Artigos

Artigos

Com o objetivo de trocar conhecimentos e disseminar novas tendências e inovações entre seus públicos de interesse, a FCC S.A. desenvolve, promove e multiplica artigos técnicos, voltados ao seu mercado de atuação. Este ambiente exclusivo permite a leitura, download e comentários sobre os artigos publicados, facilitando a sua interação conosco. Confira.

Tipos de Hidrocarbonetos (HCs) vs. Octanagem

No cenário atual, a octanagem é uma característica muito importante da Nafta Craqueada (NC), uma vez que esta propriedade pode limitar a utilização de Nafta de Destilação Direta (Nafta DD) na mistura da gasolina final.

A Octanagem consiste na resistência à detonação de um determinado combustível utilizado em motores de ciclo Otto e está relacionado com o número de carbonos dos HCs e o seu tipo. O índice de octanagem estabelece relação de equivalência à porcentagem de uma mistura de isoctano (2,2,4-trimetilpentano) e o n-heptano. Desta forma, existem HCs com valor abaixo de zero e acima de 100.

Metodologia MON (Motor OctaneNumber, ASTM 2700, 900 rpm) avalia a resistência da gasolina a detonação por compressão quando está sendo queimada em condições de operação mais exigentes (velocidade relativamente alta), com o motor a plena carga e com rotação elevada, como acontece em subidas com marcha reduzida e velocidade alta ou em ultrapassagens, quando a aceleração é aumentada. O teste é feito em motores especiais (motores CFR - CooperativeFuelResearch), mono cilíndrico com taxa de compressão variável, equipados com a instrumentação necessária, numa base estática.

Metodologia RON (ResearchOctaneNumber, ASTM 2699, 600 rpm) avalia a resistência da gasolina à detonação por compressão em condições mais suaves de trabalho em baixa velocidade, numa rotação menor que a utilizada no método MON, como ocorre quando o carro arranca. O teste é feito em motores similares ao utilizado para o teste MON.
 
Observação: alguns motores analisam MON, outros RON, alguns podem fazer as duas análises.
 

 


@2019 Fábrica Carioca de Catalisadores - Todos os direitos reservados